:: APRESENTAÇÃO
 
»O modelo de escrita praticado na web e as formas de comunicação possíveis são sem dúvida diferentes de qualquer outro meio. Actualmente vivemos ainda um período de adaptação em que ainda “aprendemos” a comunicar na web. Este blog tem como objectivo abordar as questões relacionadas com as formas de comunicação e as novas tecnologias e modelos que vão surgindo e permitindo uma evolução e actualização da webcomunicação.
  :: MEMBROS
 
»João Simão
»Elsa Alves
»João Pedro Pereira
»Aleta Dreves
»Paulo Querido
  :: DESTAQUES
     
[MAR'07] II Jornadas Internacionais de Jornalismo, organizadas pelo Centro de Estudos da Comunicação da Universidade Fernando Pessoa e subordinadas ao tema genérico "Porquê Estudar o Jornalismo?".
» SAIBA MAIS AQUI
  :: ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
   
  :: ÚLTIMOS ARTIGOS
»Novas tecnologias, novas linguagens...
»Google... será verdade????
»Prontuário, Dicionário, Gramática, Professor de li...
»www.comunitatis.ubi.pt
»NOVIDADES - 3º Encontro de Weblogs
»"Sites MySpace e Bebo podem ser perigosos"
»EMPREGO PARA BLOGGERS
»www.newspapers24.com
»Google fornece uma hemeroteca...
»Audiências medidas também on-line
 
  :: LINKS
 
 
  :: LIVROS
  :: ARQUIVOS
  » Abril 2006
» Maio 2006
» Junho 2006
» Julho 2006
» Agosto 2006
» Setembro 2006
» Outubro 2006
» Novembro 2006
artigos actuais
 
  :: FERRAMENTAS

» RSS
» PODCAST

 

» Canais de RSS
» Canais de PODCAST
» Blogger
» Biblioteca de Artigos

on-line | visitantes

  :: E-MAIL
 
 

segunda-feira, agosto 28, 2006

Redes sociais e sociabilidade



Navegar pela Internet após o jantar é a ocupação preferida de 40% dos jovens portugueses, segundo o estudo Crianças e Jovens: A Sua Relação com as Tecnologias e os Meios de Comunicação, realizado pelo Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) do ISCTE em colaboração com a PT.COM. 30% da amostra prefere assistir a televisão e 12% ficar à frente dos jogos após a refeição nocturna. Mas se tivessem que optar apenas por um meio de comunicação, 70% dos jovens escolheriam a Internet. Entre Internet e telemóvel, a dúvida seria maior: 50% continua a preferir navegar na Web, mas já há um número significativo, 43%, que optaria pelo telemóvel. Curioso notar que, segundo a pesquisa, 37,2% das jovens portuguesas consideraram que a sua vida mudaria para pior se ficassem duas semanas sem telemóvel, contra 23,4% dos rapazes. Mais dados no Expresso desta semana.

Este post do Jornalismo e Comunicação apresenta um estudo sobre a utilização dos jovens e da internet. Importante será perceber as alterações de sociabilidade e de comunicação que este fenómeno está a provocar. É nesse sentido que tem decorrido um "estudo" levado a cabo pelo webcom, que em breve tentarei ter pronto.


Revista transdisciplinar de comunicação, semiótica, cultura



A Comissão Editorial da revista Galáxia (ISSN 1519-311X) recebe até 30 de setembro de 2006, contribuições (artigos e resenhas) a serem publicadas em seu número 12.

Os textos devem, necessariamente, ser originais e inéditos, escritos em português, francês, espanhol, italiano ou inglês, e ser editados em Word for Windows (em espaçamento simples). Devem, ainda, ser precedidos por resumo e "abstract", de 5 a 10 linhas, acompanhados de, no mínimo, 3 palavras-chave (traduzidas também para o inglês). No final do texto, solicita-se a reprodução das referências acadêmico-profissionais do(s) autor(es).

As normas completas para a elaboração e envio das colaborações (modos de citação, referenciação bibliográfica, formatação padrão etc.) estão no site da revista: www.pucsp.br/pos/cos/galaxia

Os artigos e ensaios serão submetidos à apreciação do Conselho Científico. As propostas devem ser encaminhadas por correspondência eletrônica (em arquivo anexo) para a Comissão Editorial da revista: galáxia@pucsp.br, cc: cos-puc@pucsp.br). A Comissão enviará e-mail confirmando o recebimento.


quarta-feira, agosto 23, 2006

PÚBLICO na rede Satellite Newspapers



A partir de hoje, as edições do PÚBLICO em papel podem ser compradas online em quatro continentes através da rede Satellite Newspapers, em máquinas semelhantes às do Multibanco. Em Portugal há actualmente 34 pontos de venda, a maioria dos quais em hotéis do Algarve e da Madeira.
A rede Satellite Newspapers está presente em vários países europeus, asiáticos, americanos e da Oceânia e, segundo o mesmo comunicado, “brevemente vai alargar os seus serviços ao continente africano”.


domingo, agosto 20, 2006

Revista científica na área da comunicação



A SAGE acaba de anunciar o lançamento de uma nova revista científica na área da comunicação. Dirigida por Teun van Dijk, esta publicação vai chamar-se "Discourse & Communication" e define-se como uma revista que publicará trabalhos que prestem atenção específica à abordagem qualitativa (análise discursiva) de questões relacionadas com a investigação em comunicação.

O primeiro número está previsto para Fevereiro de 2007 e poderá ser acedido on-line gratuitamente, mediante pré-registo.


DICA: Jornalismo e Comunicação


terça-feira, agosto 08, 2006

MYLO - a minha vida on-line



Cabe na palma da mão e é compatível com redes wireless permitindo aos seus utilizadores aceder e usar os serviços de mensagens instantâneas assim como navegar na net ou ouvir música. O Mylo (que significa My Life Online) possui um ecrã de 6 centímetros que se abre deslizando com a pressão de um polegar e integra de origem as aplicações Skype, Google Talk e Yahoo Messenger. Este novo gadget vai começar a ser vendido nos Estados Unidos a partir do próximo mês pelo preço de 350 dólares (cerca de 270 euros).

Fonte: Exame Informática



Trata-se de mais um dispositivo que permite estar on-line. Só falta agora uma rede generalizada de wi-fi. Quais serão as implicações disso? Mais conectividade? Mais sociabilidade? Menos ou mais contacto humano?


«Jornais americanos combatem motores de busca»



Os jornais norte-americanos Washington Post, The New York Sun e The Daily Oklahoma celebraram um contrato com a Inform.com, um agregador de notícias online, para que lhes forneçam links para outros sites com informação complementar.

A notícia surge na edição desta segunda-feira do jornal Correio da Manhã, que garante que o objectivo da medida é combater os motores de busca Google e Yahoo, evitando, assim, uma deserção mais acentuada de leitores e anunciantes.

Mediante este acordo, o cibernauta passa a poder aceder a todas as notícias e textos de blogues que se relacionem com os dados dos artigos publicados nas edições electrónicas dos referidos jornais.



Duas notas a retirar daqui:
1 - Os jornais começam a perceber que rumo tomar. Recordemos o relatório do Pew Institute que dava conta que o principal acesso a informação era feita por portais e não por jornais.
2 - Relacionamento de conteúdos (intertextualidade) incluindo blogs, mais um avanço na relação entre o jornalismo e os blogs, caminhando no sentido que tenho apontado.


«Couple-surfing: a nova moda de namoro nos Estados Unidos!»



Um homem e uma mulher estão sentados, lado a lado, num café em Nova Iorque. Estão a beber umas cervejas e a comer. Não falam. Ao invés disso, teclam freneticamente nos teclados dos seus portáteis os comentários que fazem a músicas que estão a ouvir num iPod partilhado entre ambos. Este é o sinal de um dos hábitos mais recentes dos utilizadores da Internet. O termo couple-surfing (nome dado pela comunidade que tem e frequenta blogues em resposta a um artigo que foi publicado na revista Wired.) descreve os viciados em Internet que navegam em companhia das pessoas com quem se relacionam – fazendo juntos o que costumava ser encarado como uma actividade solitária.

Navegar como casal pode incluir conversas banais como lembrar ao parceiro que é dia de levar o lixo para fora e até actividades íntimas, como ler um livro ao mesmo tempo diante da lareira.

Fonte: Exame Informática


Aqui está algo em que pensar. Será que as pessoas estão a negar-se ao tacto ou será que há mais vantagens e mais partilha se a conversa for mediada por um computador?



segunda-feira, agosto 07, 2006

«Um coelho para ler notícias e outras coisas»



Uma nova espécie de coelho chegou ao mercado. Com 23 centímetros, o Nabaztag Wi-Fi Smart tem aspecto de brinquedo de criança, mas apenas porque a empresa que o concebeu decidiu dar um ar simpático e afectuoso a este aparelho que fala e mexe as orelhas, e consegue gerir uma série de tarefas quase obrigatórias para quem está rodeado de informação.
Através de tecnologia sem fios (wireless), “salta” para dentro das redes que temos em casa e executa tarefas como ler as notícias, o tempo, ou ler mensagens. Através de subscrição (pelo menos nos EUA), gere coisas como as actualizações de RSS.

“A ideia era criar uma nova geração de material completamwente independente do PC”, disse Rafi Haladjian (um dos fundadores da empresa francesa Violet, que lançou o coelho electrónico), citado por “The New York Times”. Encontra-se em www.thinkgeek.com e custa 150 dólares.
FONTE: www.blogs.publico.pt/gadgetodilo/

Faço aqui um destaque para este gadget pela perspectiva que se começa a tomar na utilização da distribuição de informação via RSS. Em vez de um simpático e infantil coelho podemos ter os nossos smartphones ou pda's bem como outro tipo de aparelhos que recebe e notifica de novas informações, como noticias, e-mail entre outras.


II Jornadas Internacionais de Jornalismo - UFP




Estão abertas as inscrições para participação, com e sem comunicação, nas II Jornadas Internacionais de Jornalismo, organizadas pelo Centro de Estudos da Comunicação da Universidade Fernando Pessoa e subordinadas ao tema genérico "Porquê Estudar o Jornalismo?".

As comunicações plenárias, que reflectirão o tema central das Jornadas, estarão a cargo de prestigiados professores e pesquisadores de diversas universidades portuguesas, europeias, brasileiras e norte-americanas, bem como de jornalistas de diferentes meios, esperando os organizadores contribuir, dessa forma, para uma discussão alargada sobre a pesquisa em jornalismo.

Serão admitidas, em paralelo, 16 (ou mais) comunicações de tema livre, desde que relacionadas com o jornalismo.


Trata-se duma continuação dum ciclo de jornadas organizadas pela Universidade Fernando Pessoa, para mais informações consulte o site das II Jornadas Internacionais de Jornalismo, ou entre em contacto com o organizador o Prof. Dr. Jorge Pedro Sousa.

» Site do evento


quinta-feira, agosto 03, 2006

«Notícias online estão longe de substituir os media tradicionais»



Um em cada três norte-americanos vai regularmente à Internet buscar notícias e, para a maioria destes consumidores, a informação obtida on-line funciona como complemento aos conteúdos obtidos nos meios de comunicação social tradicionais - rádio, televisão e jornais. As "boas" notícias, do mais recente estudo do Pew Research Center for the People & the Press são as de que, para já, nada indica que a Internet vá matar os media tradicionais. Pelo contrário, por enquanto está a ajudá-los.


É o publico.pt quem avança com a informação. Segundo o artigo assinado por Joana Amado, os meios on-line são um complemento, no entanto a principal fonte noticiosa on-line não são os sites dos jornais mas fontes que reunem resumos actualizados. Segundo o estudo em que se baseia o artigo a TV é que está a perder credibilidade.


Google Code



Chama-se Google Code e vai começar a disponibilizar espaço de alojamento para projectos de software de código aberto, uma versão tipo Sourceforge. A intenção dos responsáveis do Google é criar um ambiente favorável ao desenvolvimento deste tipo de projectos, oferecendo-lhes um destino on-line onde possam guardar e partilhar com outros utilizadores os seus trabalhos, e disponibilizando ao mesmo tempo sistemas de filtragem de bugs, mailing lists e opções de registo de software.



Este apoio do Google é digno de destaque pois estou a lembrar-me um editorial do Celso Martinho, um dos fundadores do sapo sobre o software livre de como foi graças a ele que o SAPO cresceu.

» Google Code
» Confira o editorial aqui


terça-feira, agosto 01, 2006

Distribuição de jornais em PDF



À semelhança do 24 horas do El Pais o The Guardian disponibiliza desde o dia 28 de Julho o G24, uma versão em PDF para impressão contantemente actualizável.



Estamos perante o futuro da distribuição dos jornais?

Dica: pontomedia


Montra interactiva



Independentemente da publicidade este vídeo mostra uma forma interactiva muito interessante de comunicar e de receber informação. No caso trata-se de uma aplicação comercial e publicitária mas poderá facilmente ser adaptada para informação institucional, ou mesmo jornalística.


 
Alguns direitos reservados
» template by João Simão | simaocc on-line ©
simaocc on-line Blogger